You are here
Home > Reflexões > Reflexões Políticas > Subestimar Bolsonaro pode ser um grande erro

Subestimar Bolsonaro pode ser um grande erro

Hoje, uma das grandes discussões que vejo nas redes sociais é sobre a possibilidade que o deputado Jair Messias Bolsonaro tem de ser um candidato sério para as próximas eleições. Bom, eu tenho acompanhado as páginas no facebook dos principais pré-candidatos à presidência da república em 2018 e o retrato que tenho visto me parece indicar que os que defendem a idéia de que ele pode ser decisivo em 2018 podem não estar tão errados. Segue um retrato tomado a partir do crescimento das páginas dos principais políticos brasileiros no facebook.

1º Aécio: 4.665.932 com QUEDA de 18,4% no número de curtidas em relação à semana anterior.
2º Dilma: 2.668.152 com QUEDA de 32,8% no número de curtidas em relação à semana anterior.
3º Marina Silva: 2.412.409 com QUEDA de 22,5% no número de curtidas em relação à semana anterior.
4º Bolsonaro: 2.159.553 com AUMENTO de 14,5% no número de curtidas em relação à semana anterior.
5º Lula: 2.123.544 com AUMENTO de 2,9% no número de curtidas em relação à semana anterior.
6º Alckmin: 837.508 com QUEDA de 3,1% no número de curtidas em relação à semana anterior.

Este quadro vem se repetindo nas últimas semanas e nota-se pelo mesmo que enquanto os principais nomes da política vêm desacelerando, o nome de Bolsonaro tem apresentado um crescimento brutal. Além disso, o número absoluto de novas curtidas dele em uma semana já é muito superior ao de seus principais concorrentes… 55.252 novas curtidas, contra 5021 de Dilma que é a segunda. Ou seja, além de estar acelerando, enquanto os outros estão caindo, o volume sobre o qual ele está acelerando já é 11 vezes maior. O mais notável é que diferente de Dilma, Aécio e Lula, que fazem campanhas pagas de suas páginas, Bolsonaro tem tido um crescimento orgânico.

Nas discussões sobre os mesmos, os números do Facebook também são notáveis. Enquanto Lula é assunto de 104.380 postagens neste período e Dilma de 114.731 (no auge da lava a jato e das críticas ao PT), Aécio praticamente desapareceu (aparece apenas 20.184 postagens), ficando atrás de Marina (alvo de 28.561 postagens) e Bolsonaro sustenta um notável primeiro lugar sendo assunto de 632.566 postagens, mostrando a grande penetração que seu nome tem tido nas redes sociais.

Diante do que está acontecendo eu acredito que ele pode dar trabalho? Sim… Estamos a 3 anos da eleição presidencial e o crescimento de seu nome tem sido notável para um período tão precoce. O fenômeno Bolsonaro tem origem em uma propriedade interessante da mente humana… Sempre que o caos se instala por iniciativa de um extremo, a tendência é que as pessoas busquem no outro extremo a salvação. A história é cheia de momentos em que o caos possibilitou a emergência de nomes inusitados, apoiados por uma grande massa de pessoas, por isso que não subestimo o potencial de Bolsonaro para ser um agente decisivo na próxima eleição. Ao que tudo indica os seus votos terão grande peso para ajudar a decidir o próximo presidente da república.

Leonardo Augusto Amaral Terra
Leonardo Augusto Amaral Terra
Mestre e Doutor em ciências pelo programa de Administração de Organizações da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, na Universidade de São Paulo (FEARP - USP). Possui MBA executivo em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas e Graduação em Administração de Empresas pela FEARP - USP. Atua como professor, pesquisador e consultor na área de estratégia e desenvolvimento organizacional, explorando os princípios que regem os sistemas socioeconômicos por meio da matemática do caos e da epistemologia sistêmica e suas aplicações no processo estratégico e nas interações sistêmicas das organizações. Vencedor do West Churchman Memorial Prize em 2014.
http://lattes.cnpq.br/3022429953017645

Deixe uma resposta

Top