You are here
Home > Reflexões > Reflexões Políticas > Quem é quem no “AI-5 do crime organizado”

Quem é quem no “AI-5 do crime organizado”

Nesta noite, o congresso nacional deu um passo importante para favorecer, PASME, o crime organizado. Aquele grupo de “trabalhadores” da “economia informal”, do qual vários congressistas fazem parte. Ao legislarem em causa própria, achincalhando a vontade popular e mostrando a clara intenção dos legisladores de estabelecer a cleptocracia como regime de poder, nossos congressistas tornam evidente a falência de nosso sistema de governo (apontada cientificamente no artigo: Strategies for the Distribution of Power in Brazil: A Proposal from the Perspective of the Viable System Model (VSM)).

Diante de tamanha degradação ética e moral, é justo difundir quem é quem entre os partidos que apoiaram essa afronta ao cidadão. Conhecer a verdadeira face dos partidos que dizem representar a cada um de nós, enquanto legislam em causa própria para manter seus esquemas criminosos… Com vocês, os partidos campeões no apoio às medidas pró-corrupção, seguidos do percentual de votos favoráveis em cada um:

  1. PC do B (100%)
  2. PT (98%)
  3. PRB (95%)
  4. PDT (87,5%)
  5. PR (83%)
  6. PMDB (82%)
  7. PP (81%)
  8. DEM (71%)
  9. PSD (61%)
  10. PSB (57%)
  11. PSDB (24%)

Pois é. Esse é o retrato atual do nosso congresso. Quando for votar, pense nestes números…

 

Leonardo Augusto Amaral Terra
Leonardo Augusto Amaral Terra
Mestre e Doutor em ciências pelo programa de Administração de Organizações da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, na Universidade de São Paulo (FEARP - USP). Possui MBA executivo em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas e Graduação em Administração de Empresas pela FEARP - USP. Atua como professor, pesquisador e consultor na área de estratégia e desenvolvimento organizacional, explorando os princípios que regem os sistemas socioeconômicos por meio da matemática do caos e da epistemologia sistêmica e suas aplicações no processo estratégico e nas interações sistêmicas das organizações. Vencedor do West Churchman Memorial Prize em 2014.
http://lattes.cnpq.br/3022429953017645

Deixe uma resposta

Top