You are here
Home > Opinião > Carne podre comprova infestação de Zumbis no Brasil

Carne podre comprova infestação de Zumbis no Brasil

O que é o que é: Tem formato humanoide, gosta de comer carne podre e tem cérebro incapaz de ir além das funções basais?

Acertou quem respondeu: UM ZUMBI!!!!

Hoje temos milhares deles ajudando a provar a tese de que a esquerda brasileira é povoada por este espécime mitológico, peculiar em nossa fauna. Muitas pessoas dos movimentos de esquerda, aqueles mesmos que votaram 13 e se esqueceram, estão hoje defendendo as empresas envolvidas no escândalo da carne podre e criticando as ações da PF contra as “Campeãs Nacionais”, exaltadas pelo grande líder Lula…

A prova cabal de que podemos estar cercados deste ser mitológico, pode ser encontrada nos comentários e matérias de capa veiculadas ontem pelos principais folhetins de doutrinação esquerdista como: “http://www.contextolivre.com.br/”, “http://www.redebrasilatual.com.br/”. “http://jornalggn.com.br/”, “http://www.ocafezinho.com/”. Com as palavras de Luis Nassif, o “intelectual” cujo intelecto parece emergir dos intestinos, os zumbis entraram em frenesi. Ficaram completamente desesperados com a possibilidade de perder o setor econômico de carne podre e papelão para alimentação, desenvolvido com tanto esmero por seu adestrador molusco para suprir as demandas de um cérebro putrefeito.

Capa de 17/03/2017 do portal GGN.

Infelizmente, nos resta apenas termos compaixão com os que já foram contaminados com essa praga devoradora de cérebros. Devido ao estágio avançado que já se encontram em sua debilidade, é esperado que aplaudam a carne podre e até aceitem substituir sua comida por papelão… Afinal, qualquer tipo de lixo serve para sustentar esta pasta amorfa que lhes sobrou entre suas orelhas…

Quanto aos que ainda não foram contaminados, sugiro que fiquem longe de pessoas que escrevem, seguem, citam e compartilham apoiando as notícias destes sites… A história tem mostrado que elas podem ser muito perigosas ao bolso e à saúde, especialmente perto de uma urna.

Leonardo Augusto Amaral Terra
Leonardo Augusto Amaral Terra
Mestre e Doutor em ciências pelo programa de Administração de Organizações da Faculdade de Economia, Administração e Contabilidade de Ribeirão Preto, na Universidade de São Paulo (FEARP - USP). Possui MBA executivo em Gerenciamento de Projetos pela Fundação Getúlio Vargas e Graduação em Administração de Empresas pela FEARP - USP. Atua como professor, pesquisador e consultor na área de estratégia e desenvolvimento organizacional, explorando os princípios que regem os sistemas socioeconômicos por meio da matemática do caos e da epistemologia sistêmica e suas aplicações no processo estratégico e nas interações sistêmicas das organizações. Vencedor do West Churchman Memorial Prize em 2014.
http://lattes.cnpq.br/3022429953017645

Deixe uma resposta

Top